Contendo 544 páginas, com 250 notas de rodapé e três galerias de fotos, a partir de farta documentação e de depoimentos de 50 testemunhos, o livro aborda o itinerário político de Leonel de Moura Brizola, desde sua militância na juventude até à morte, no Rio de Janeiro, em 2004.